Rui Costa estende o toque de reconher até o fim do mês de março

Com objetivo de conter o avanço da covid-19 no estado da Bahia, o governador Rui Costa resolveu estender o toque de recolher até o fim do corrente mês, a decisão tem como objetivo conter o avanço da pandemia do novo coronavírus e foi anunciada nesta terça-feira (2). As medidas estabelecidas serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) de quarta-feira (3).

O que não pode

  • circulação noturna de pessoas das 20h às 5h até dia 8 de março;
  • lojas e comércio de rua até dia 8 de março;
  • bares, restaurantes, pizzarias, lojas de conveniência e similares até dia 8 de março [podem funcionar apenas na modalidade delivery até 23h59];
  • shoppings e centros comerciais até dia 8 de março;
  • venda de bebida alcoólica será proibida a partir das 17h de sexta-feira, 5 de março;
  • praias seguem interditadas nos finais de semana;
  • eventos e atividades, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas como: eventos desportivos coletivos e amadores, religiosos, cerimônias de casamento, eventos recreativos em via pública ou privada, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica, estão proibidos até 8 de março [essa medida também vale para todo o estado da Bahia];
  • estão proibidos, até 8 de março, os procedimentos cirúrgicos eletivos não urgentes ou emergenciais, nas unidades hospitalares de saúde públicas e privadas da Bahia;
  • quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações, seguem proibidas até 8 de março.

O que pode

  • Serviços de alimentação por delivery poderão funcionar até as 23h59;
  • Serviços necessários ao funcionamento de indústrias, do setor eletroenergético, das centrais de telecomunicações (call centers) que operem em regime de 24h e dos centros de distribuição, bem como o deslocamento dos seus trabalhadores;
  • podem funcionar normalmente os terminais rodoviários, metroviários, aquaviários e aeroviários; os serviços de limpeza pública e manutenção urbana; delivery de farmácia e atividades profissionais de transporte de privado de passageiro;
  • podem funcionar normalmente os terminais rodoviários, metroviários, aquaviários e aeroviários; os serviços de limpeza pública e manutenção urbana; delivery de farmácia e atividades profissionais de transporte de privado de passageiros;
  • procedimentos cirúrgicos a serem realizados em clínicas e estabelecimentos que funcionem exclusivamente como hospital dia;
  • procedimentos cirúrgicos eletivos oncológicos e cardiológicos;
  • os atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer, respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30% (trinta por cento).
Autor.: portal G1